catch

Neste semestre fiz uma cadeira na faculdade chamada “Categorias Computacionais” e o trabalho final, por assim dizer, consistia em escrever um artigo relacionando algum assunto “de fora da sala de aula” com o aprendido na disciplina. Bom, o título do meu artigo foi “Uma Abordagem Categorial para a Teoria Musical” e como deve dar pra ver no título, tinha música envolvida.

Sobre matemáticos e músicos e computadores

Basicamente Teoria das Categorias é um ramo de estudos que visa abstrair conceitos comuns à vários campos da matemática, então foi bem divertido tentar modelar estruturas da música para um formato mais matemático. Ao todo eu modelei notas musicais, melodias, tempos e escalas musicais e algumas operaçãoes que podem ser feitas sobre eles.

Claro, como eu imagino que vocês não estejam muito interessados na parte que diz respeito à matemática e, de fato, a minha abordagem tem como objetivo facilitar a manipulação dessas construções computacionalmente para que seja fácil de brincar. Por este motivo eu preparei alguns exemplos mais pragmáticos de como podemos usar esta generalização para construir música de uma maneira fácil e divertida no computador.

O código

No final das contas é um conjunto de exemplos bem simples utilizando a linguagem ChucK e um pouco da teoria que eu desenvolvi no meu trabalho. Quem se interessa por música e programação está fortemente convidado a dar uma olhada aqui. Além disso eu dei uma comentada esperta na maioria do código então quem está afim de aprender as manhas da linguagem ChucK também pode dar uma olhadinha.

Deixem comentários :)

Você provavelmente curtirá: