Um dojo de programação na UFRGS!

Isto é algo que eu estava querendo fazer há muito tempo e graças à iniciativa do gpaoliveira finalmente dia 08/09 realizamos o primeiro dojo na UFRGS.

O primeiro encontro foi uma implementação do FizzBuzz que no final se tornou um FizzBuzzBatata, uma marca que pretendemos patentear depois do extremo sucesso do seu uso. Contamos com um número modesto de pessoas (sete D:) e nos atrapalhamos um pouco na hora de começar a programar, mas sinceramente me diverti muito.

Os básicos de um dojo

Os objetivos básicos de um dojo são ajudar o programador a aperfeiçõar as práticas de programação em pares e TDD(Test Driven Development). Duas coisas com as quais eu já era familiarizado, porém na realidade não exercia. Falar sobre TDD daria (e por que não, dará?) um outro post bem maior então não vou me focar nisso. Na realidade tudo que ficamos fazendo lá é:

  1. Escolher um problema trivial para resolver
  2. Colocar dois programadores (piloto e co-piloto) para programar à frente do resto (a plateia)
  3. Escrever alguns testes para o problema
  4. Fazer os testes passarem, geralmente de uma maneira burra
  5. Pedir para a platéia opinar sobre a solução até o momento e fazer refatorações
  6. De tempos em tempos, trocar o piloto pelo co-piloto e pegar um novo co-piloto da platéia
  7. Se estamos satisfeitos com a solução ACABOU senão volta para 3

Isto pode até ser uma corruptela do que deveria ser feito em um dojo, na realidade eu não sei mesmo porque participei de poucos, mas foi divertido e muito proveitoso. É um sentimento semelhante à começar jogando GuitarHero no hard, sacas?

Mais encontros

Pretendemos fazer mais encontros, de fato os encontros já estão marcados para toda quarta-feira às 17:30 no Campus do Vale, lab 104. Quem estiver interessado ou curioso, apareça!

Dojo-poa

Oh yeah!

Está surgindo agora também o projeto Dojo-POA! Passe por lá por favor.

Código

Pode ser encontrado aqui: http://github.com/gpaOliveira/dojo-ufrgs

Você provavelmente curtirá: