Então hoje é o dia mágico 29 de Fevereiro e, como vocês já devem saber, amanhã entra em vigor a nova política de privacidade unificada do Google. Como a própria empresa já declarou estas mudanças simplificam as políticas de privacidade de vários dos serviços diferentes oferecidos pela empresa e que você afinal já acessava pela sua conta do Google. Porém talvez elas fiquem simples demais e com isto venham consequências indesejadas.

Segundo o Google, seus dados de diferentes serviços serão cruzados para prover uma experiência mais simples e intuitiva. Um dos exemplos dados é te mandar um SMS avisando sobre melhores rotas para chegar nos seus compromissos, cruzando dados como a sua posição global dada por seu telefone Android e seus compromissos marcados na Google Agenda. Tirando o fato de isto ser meio perturbador por si só, aparentemente não há nenhum problema nisto certo? No entanto as coisas nunca são tão simples.

Tudo ou nada

O primeiro problema que encontramos é a implantação radical dessa política para todos os serviços vinculados à sua conta do Google (na realidade isto não é bem verdade, alguns como o Google Wallet e o Chrome continuam tendo seus próprios termos) na forma da obrigatoriedade de adesão aos termos. Usuários do Gmail, Picasa, Youtube, Google+ serão todos sujeitos a estas mesmas regras e o fato de continuar usando os serviços implica concordar com elas.

Diferentes serviços, diferentes perfis

Aqui eu gostaria de chamar um ponto que eu acho que não foi bem enfatizado em diversos artigos que eu li. Um dos grandes problemas com o casamento de dados de diferentes serviços do Google é que o perfil do usuário não é o mesmo em todos os eles. Antes do Google adquirí-los, Youtube, Blogger, Orkut e diversos outros eram sites independentes e o usuário tinha contas também diferentes neles. Unificar todos estes sob uma mesma identidade me parece pelo menos incoveniente.

O que acontece se eu uso o Gmail/GoogleAgenda para trabalho e Youtube/Picasa/Google+ para lazer? Terei que criar contas diferentes para não ter esses aspectos da minha vida associados e usados para me mostrar propagandas? Além disso o Google reserva o direito de associar os seus nicks no Youtube e diversos outros ao seu nome verdadeiro (em que a conta está registrada).

O que fazer se eu não concordo?

Uma medida mais extrema seria não usar mais ou apagar a sua conta do Google. Eu por razões muito semelhantes me mantenho longe da maioria das redes sociais como o Facebook. No entanto, sejamos francos: o Gmail é um baita produto, bem como são o Youtube, o Google Agenda, Google Analytics e a própria busca do Google. Por estes motivos eu não quero e não posso me desvencilhar da conta do Google. Então algumas coisas que eu fiz foram:

Ler os novos Termos de Serviço e a Política de Privacidade

Sério, leia eles. É importante, vai levar uns 30 minutos do seu tempo.

Apagar e congelar o histórico de navegação da Web

Nesta página você pode apagar todo o seu histórico de buscas pelo Google e pedir para que ele pare de fazê-lo à partir deste momento.

Apagar e congelar o histórico e histórico de busca do Youtube

Pode ser feito aqui.

Deletar todos os dados desnecessários da conta do Google

Abra a lista de serviços do Google e passe o pente fino. Quantos destes serviços você ainda usa? Quantos deles ainda possuem dados seus? Eu por exemplo deletei a minha conta do Blogger, Orkut, Google+, iGoogle entre outras coisas.

Lembrando que, para estes três casos, provavelmente o Google continuará a coletar e guardar estes dados, mas em teoria você deu um opt-out e ele não vai usar eles para personalizar a sua experiência.

Desativar a personalização/Usar uma engine de busca diferente

O fato é que eu sou radicalmente contra a personalização de resultados de busca. Eu quero sentar em qualquer computador do mundo e digitar dont be evil e receber os mesmos resultados. Meus motivos para isto não são só perferência pessoal: eu não quero os resultados das minhas buscas influênciados pelo que eu fiz no passado. Para entender do que estou falando dêem uma olhada nesta explicação do que é o bubbling e porque ele é prejudicial.

O que pode ser feito é desligar as opções de personalização dos resultados ao desativar o histórico de pesquisas ou ser mais radical ainda e usar uma outra engine de busca como o DuckDuckGo que tem uma política de privacidade muito menos invasiva. Eu venho cada vez mais escolhendo a segunda opção, visto que o DuckDuckGo é muito bom e o Google insiste em mostrar resultados “personalizados” baseados na minha conta de Twitter ou Google+ ou seja lá o que for e isto me irrita.

Pontos para o Google

No final das contas, este post não é uma crítica ferrenha ao Google. Eu acho esses caras demais e considero eles grades inovadores no campo da computação. No entanto, estas mudanças são um bom momento para pesar os prós e contras de usar estes serviços.

Como todos sabem o grande negócio do Google é oferecer serviços de graça e lucrar com propagandas e isto é totalmente válido. Eles não são a única empresa a ter políticas como esta e na realidade esta fazendo um grande favor ao apresentar termos de uso e uma política de privacidade que são bastante legíveis e deixam relativamente claro o que está acontecendo. Exatamente por este motivo que as mudanças estão sendo alvo de tantas críticas e discussões e isto é saudável. Então, pontos para o Google.

O que vocês acham? Vão fazer alguma coisa em resposta a estas mudanças?

Você provavelmente curtirá: