Esta é uma dúvida comum que acontece quando pessoas começam a gravar áudio usando o Linux. É fácil usar o Jack com a placa de som interna do computador, mas e se eu tenho 2 placas de som, e se tenho uma placa USB externa? Este tutorial explica como configurar o Jack para usar placas diferentes da padrão.

Usando o qjackctl

Abra o Jack Control (comando qjackctl na maioria das distribuições Linux), clique em ‘Setup’ e atente para a seção destacada na foto. Nesta sessão podemos selecionar o ‘Input’ e o ‘Output’ do Jack server separadamente (embora geralmente queiramos usar o mesmo). Então por exemplo usando a interface Behringer UCA202 podemos selecionar a opção hw:CODEC nas duas, reiniciar o servidor Jack e todos programas vão usar esta placa para entrada e saída de áudio.

jack1

Como acho o nome da minha interface?

Uma maneira fácil é deixar ela desplugada, acessar a lista de interfaces mencionada acima, ver quais estão lá, fechar a lista, plugar a interface e ver o nome da nova que apareceu.

Usando interfaces diferentes para entrada e saída

As vezes é útil usar duas interfaces diferentes, quando por exemplo uma delas é só de entrada. No exemplo a seguir pode-se ver que a entrada vem de uma interface USB apenas de entrada (este cabo p10/USB) e a saída está indo para a placa de som padrão (caixas de som ou fone de ouvido do computador) . Outra coisa interessante é que se o seu computador tem uma saída HDMI você provavelmente vai ter uma placa de som extra ali e ela pode ser usada para que o Jack mande som para os alto falantes da sua TV!

jack2

Salvando uma configuração

É muito útil também poder ter configurações diferentes para situações diferentes. Antes de fazer a configuração com a sua interface externa, mude o ‘Preset Name’ no topo da janela para algo útil como ‘USB interface’, faça as modificações necessárias e clique em ‘Save’. Agora em qualquer momento é possível voltar a essa configuração acessando-a pelo menu acima.

Você provavelmente curtirá: